Terça, 20 de agosto de 201920/8/2019
Erro ao processar!
Erro ao processar!
Parceiros Voluntários
ESPECIAIS
Proprietárias de brechós profissionalizam a gestão de suas lojas
“As brechonistas aprenderam que suas lojas são um grande empreendimento e hoje se diferenciaram no mercado e estão tendo bons resultados”.
Marcio Demari Florianópolis - SC
Postada em 13/06/2019 ás 16h59 - atualizada em 21/06/2019 ás 10h24
Proprietárias de brechós profissionalizam a gestão de suas lojas

As brechonistas aprenderam que suas lojas são um grande empreendimento.

Empresárias do ramo de brechós venceram maior desafio do meio empresarial e estão profissionalizando a gestão de seus negócios.  Elas estão estruturando sua forma de atuar, principalmente internamente, com o objetivo de preparar as suas lojas para o crescimento. Atualmente, a maioria dos brechós já trabalha com planos de ação e tem gestão estratégica semelhante aos planos de grandes empresas.


Algumas delas já elaboraram planos táticos, montaram uma estratégia para cada área-chave da empresa, entre elas, finanças, operações, produtos, fornecedores, e já sabem que somente uma boa gestão estratégica é capaz de fazer uma empresa crescer economicamente. “As brechonistas aprenderam que suas lojas são um grande empreendimento e hoje se diferenciaram no mercado e estão tendo bons resultados”, explica a empreendedora e proprietária da Casa de Negócios, Vanusa Maria Silva Gomes, popularmente conhecida como Nusa.


Alessandra Alves Teixeira Dalmaschio, sócia do Brechó e Brochuras, localizado no bairro Santo Antônio, em Belo Horizonte, afirma que enxerga seu brechó como um empreendimento, um negócio que precisa está preparação não só para se sustentar, mas também para crescer. “Temos um planejamento para a loja, trabalhamos com metas semanais, mensais e anuais. E esperamos crescer neste modelo. Abrimos no ano passado, eu e meu marido, com uma proposta diferente, de juntar brechó e sebo num mesmo lugar”, explica.


Além da gestão estratégica, ela decidiu que os diferenciais seriam a curadoria e preços acessíveis. Como o objetivo é trazer sempre um produto de qualidade, com preços justos, todas as etapas do processo têm que estar bem detalhadas para que a empresa tenha lucro. A profissionalização dessa empresa é tanta que em breve será lançado um site, para que o serviço de entrega seja disponibilizado e a loja possa alcançar outras regiões além da capital mineira. “Nossa intenção é expandir, mas de forma responsável, sustentável economicamente e mantendo a identidade da loja”, diz.  


Outras que também já trabalham de forma profissionalizada é Michelle Rocha e sua mãe e sócia Sandra Rocha, proprietárias da loja #Desapegados, que foi aberta em Julho de 2016. “Nossa gestão é baseada na economia e praticidade, não temos estoque parado. Todas as peças seguem um destino em no máximo três meses”, explica Michele Rocha. Para ela, ter uma boa gestão é fundamental em qualquer empreendimento, mas em brechó é ainda mais importante, uma vez que esse negócio é diferenciado. “Não saber gerir todas as atividades podem nos levar a falência”, ressalta.


Apesar de ainda não estar com seu plano de gestão materializado, Tatiana Paiva, proprietária do Brechó Innsaie, localizado em Belo Horizonte, sabe aonde quer chegar com sua empresa. “Tenho tudo na minha cabeça e já comecei a me organizar através de uma consultoria. Considero minha loja um empreendimento. É o meu negócio. Meu segundo filho”, enfatiza.


De acordo com Nusa, essas empresárias deram um grande passo em suas vidas. “Pode parecer uma questão simples, porém a nossa prática em desenvolver a gestão das empresas mostra que muitas empresárias aprenderam principalmente que uma loja de brechó deve ser vista como um negócio. Aliás, muito mais que isso, um negócio de futuro. Hoje elas estão preparadas para o exercício da liderança e hoje são autoridades quando interagem com clientes, fornecedores,  equipe, o governo e com a comunidade”, afirma.


 


Para Nusa, o cenário atual exige uma capacidade cada vez maior de planejamento e gestão. Assim, processos, pessoas, relações, políticas e responsabilidades precisam ser organizados e constantemente monitorados. “A gestão estratégica é um dos principais meios que as companhias têm para atingir níveis diferenciados de competitividade e posicionamento em seus mercados de atuação”, finaliza.


Assessoria Universo Brechós
Sandra Mara / (31) 99689-0833

 

FONTE: Assessoria Universo Brechós
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Gabriela Alves Rodrigues Uberlândia - MG 13/06/2019

Parabéns pela matéria Sandra Mara!!! Estamos investindo em conhecimento em primeiro lugar, entrando de cabeça nesse mundo empresarial sustentável, nao é um negocio qualquer é nossa paixão brechó e nosso planeta agradeça .

Renato Barbosa da Silva Espaço da Bell Brechó Cariacica - ES 13/06/2019

Oi Sandra. Parabéns pelo seu trabalho. O texto é inspirador para todos nós Empresários Brechonistas e sobretudo para os que ainda não se enxergam com um negocio promissor nas mãos.

Renata Cariacica - ES 15/06/2019

Ótima reportagem! Muito bom dar espaço aos profissionais de nossa área para as pessoas perderem o preconceito.

Nusa Maria Ouro Prero - MG 15/06/2019

Parabéns Universo Brechós! Parabéns mulheres incríveis que partilharam um pouco das suas histórias e práticas de suas empresas. Muito orgulho dessa classe que vem cada dia mais se destacando no mercado do modo sustentável de consumir moda.

Cida São Paulo - SP 17/06/2019

Parabéns a Sandra Mara pela matéria, a Nusa por compartilhar seus conhecimentos e a todos que contribuem para o crescimento desse nincho de mercado que é o brechó.

imprimir
16.001