Quinta, 24 de setembro de 202024/9/2020
Erro ao processar!
Erro ao processar!
Parceiros Voluntários
ENTRETENIMENTO
Camila Piùpiù a brasileira que representa o Carnaval carioca na Itália
Toda esta efervescência gerada pelo pai, com relação ao samba, a fez ter uma devoção por este ritmo e pelo Carnaval. O sonho, a imaginação e a realização deste momento de pisar na avenida, são vistos como um presente dado pelo céu para Camila Piùpiù, que de certa forma sempre esteve inserida nesta festa carioca, só que de outro jeito.
Marcio Demari Florianópolis - SC
Postada em 19/02/2020 ás 13h44 - atualizada em 19/02/2020 ás 17h18
Camila Piùpiù a brasileira que representa o Carnaval carioca na Itália

Camila Piùpiù a brasileira que representa o Carnaval carioca na Itália

   Uma das musas da Unidos de Bangu, neste Carnaval 2020, Camila Piùpiù nasceu em Cabo Frio, no Rio de Janeiro, com o nome de Rosilene Camilo. Seu pai era sambista de gafieira. Homem de muita animação, Camila relembra que ele era um apaixonado pelo samba, e dispara: “herdei dele meu corpo, estilo de altura e sobre tudo, a paixão pelo samba”.


            Toda esta efervescência gerada pelo pai, com relação ao samba, a fez ter uma devoção por este ritmo e pelo Carnaval. O sonho, a imaginação e a realização deste momento de pisar na avenida, são vistos como um presente dado pelo céu para Camila Piùpiù, que de certa forma sempre esteve inserida nesta festa carioca, só que de outro jeito.


Camila, ao ir morar na Itália, levou consigo a arte de sambar, representando o Carnaval. “Meu casamento me levou pra fora do país, pois meu marido era italiano e sua família o queria por perto, pois é o único filho macho na família”, conta a musa da Unidos de Bangu, relatando ainda que o seu marido teria vindo morar no Brasil, a contra gosto da família.


Ao conhecer o seu marido, apaixonaram-se e decidiram se casar. Mas, com tudo isso, a bela continuava com o seu cotidiano de frequentar as quadras das escolas de samba e as feijoadas, principalmente, da Portela e da Porto da Pedra, tudo sempre na companhia de uma amiga que também adorava o samba. Com o casamento, tudo mudou. Um novo mundo se construía para Rosilene Camilo.


Mas, quem pensa que este amor pelo samba e pelo Carnaval findou-se com sua partida para o exterior, enganou-se. Na Itália, Camila foi trabalhar como mulata samba show, “Sou uma das veteranas de um dos grupos de samba mais antigo que está na Itália, o ‘Brasil Bahia Show’”. Foi neste grupo que Camila passou a ser chamada de Camila Piùpiù, o seu nome artístico.


Em solo italiano, Camila, além de ser mulata samba show, em 2018 foi eleita segunda princesa pela Corte Internacional da Itália, através do intercâmbio cultural realizado pela produtora Mais Brasil, e se preparando para ser rainha do Carnaval de Veneza. Com relação ao Rio de Janeiro, Camila deixa escapar a sua alegria e nervosismo por ser o seu primeiro ano, na festa momesca carioca, através da Unidos de Bangu.


 


Texto: Clilton Paz.


Fotos: Divulgação.

FONTE: Clilton Paz / assessoria
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
3.649