Terça, 20 de outubro de 202020/10/2020
Erro ao processar!
Erro ao processar!
Parceiros Voluntários
BRASIL
O site Lance24h fará leilões em prol de entidades que lutam contra o Covid-19 - por Edmar Ricardo Lastoria
Uma das maiores empresas de entretenimento, de Leilões on line, o Site Lance24h, do CEO, Edmar Ricardo Lastoria, fará leilões em junho e julho e, doará cinquenta por cento de todo valor arrecadado destes leilões do Lance24h para a ANTS - Agência de Notícias do Terceiro Setor.
Marcio Demari Florianópolis - SC
Postada em 04/06/2020 ás 08h48 - atualizada em 11/06/2020 ás 00h16
O site Lance24h fará leilões em prol de entidades que lutam contra o Covid-19 - por Edmar Ricardo Lastoria

Lance24h

O distanciamento social proposto como medida de contenção da covid-19 está fazendo com que as pessoas, o governo e as empresas repensem suas prioridades, gestão econômica e relações dentro da sociedade. 


O cenário em tempos de Coronavírus ainda nos é estranho e há muitos sacrifícios que precisam ser feitos para conter a propagação da Covid-19.


Escolas fechadas, trabalho em esquema home office, suspensão das atividades não essenciais do comércio e recomendação de isolamento social. O período complexo exige de todos, altas doses de resignação, mas também, tem sido uma oportunidade para demonstrar solidariedade e preocupação com o próximo.


Esse inimigo invisível promoveu uma reflexão sobre as incertezas e constatações sobre a nossa estrutura como um todo. Mas, se o momento é de isolamento físico e de ações emergenciais na saúde pública, iniciativas solidárias são um respiro de esperança e humanidade para as pessoas e também para os negócios.


No Brasil, a exemplo de iniciativas que vêm ocorrendo em outros países, há uma enorme "corrente do bem" em andamento, em vários graus. Começam com ações individuais, como os vizinhos que se dispõem a fazer compras para que idosos não saiam de casa, passando pelas empresas, que ajudam como podem, mesmo em tempos economicamente imprevisíveis – seja com a doação de produtos, como álcool gel e alimentos, e serviços até mesmo a construção de hospitais de campanha e/ou com doenças de valores seja diretamente para o SUS como para instituições do terceiro setor que, repassam os valores ou transformam esses valores em muitas cestas básicas e alimentos para desempregados, população de baixa renda e  pessoas em situação de rua e risco.


A mobilização visa colaborar com equipes que estão na linha de frente – como enfermeiros, médicos e profissionais de segurança e limpeza –, hospitais, pessoas em situação de vulnerabilidade social e pequenas empresas. Diversas companhias pararam o que estava em produção. No lugar, passaram a fazer álcool em gel, máscaras e sabonetes para doar à sociedade. Outras, ofereceram seus produtos e serviços gratuitamente. E houve ainda quem criasse soluções para auxiliar desde pequenos negócios até ONGs.


Tendo em vista que muitos países estão em quarentena, algumas empresas liberaram serviços e produtos gratuitos para ajudar as pessoas a ficarem em casa. Alguns exemplos são a disponibilização de livros Kindle da Amazon, treinos esportivos de grandes redes de academia, TV por assinatura e internet da Claro, cursos na FGV, Harvard, Udemy, Stoodi, Senai, Notorium Play, entre outros.


A Ambev está produzindo álcool em gel para doar a hospitais públicos nos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, onde se concentram a maioria dos casos da doença até o momento. A empresa já produziu 500 mil unidades de garrafas pet onde será envasado álcool em gel, e convidou mais empresas para ampliar o movimento.


iFood anunciou três iniciativas:  a primeira é R$ 50 milhões de sua receita para a criação de um fundo de assistência a restaurantes, especialmente os pequenos estabelecimentos locais. A plataforma de delivery também vai antecipar os recebimentos dos restaurantes, sem custo adicional, para injetar até R$ 600 milhões no mercado brasileiro. Além disso, a Foodtech vai destinar o valor das taxas de serviço na modalidade de pedidos “Pra Retirar” para o comerciante que tem sofrido com a queda de circulação e frequência em seu restaurante.


Na Times Square, a Coca-Cola estampou a frase “Manter-se separado é a melhor forma de nos mantermos unidos”, com letras mais espaçadas do que o habitual. Já a Nike, convocou atletas como Cristiano Ronaldo e Tiger Woods para divulgar a mensagem “Jogue dentro, jogue pelo mundo”. O Outback Brasil divulgou um vídeo pedindo para que as pessoas fiquem em casa e oferecendo a possibilidade de consumir os produtos da rede de restaurantes por meio do delivery.


E, há também, empresas doando dinheiro. A Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR) montou um monitor de doações para o combate ao Coronavírus. Até a segunda-feira (1), 78 empresas, institutos, artistas e famílias da alta sociedade, haviam destinado R$ 987 milhões em ações diversas.


Uma das maiores empresas de entretenimento, de Leilões on line, o Site Lance24h , https://www.lance24h.com.br do CEO, Edmar Ricardo Lastoria, fará leilões em junho e julho e, doará cinquenta por cento de todo valor arrecadado destes leilões do Lance24h para a ANTS - Agência de Notícias do Terceiro Setor,  cujo responsável é o diretor, Marcio Demari, que dará destino a entidades que estão lutando contra o Covid-19.


E, por fim, algumas empresas utilizam suas redes sociais para propagar a importância do respeito à quarentena e, estão, totalmente dispostas a ajudar no combate a pandemia e ao próximo.


 


Edmar Ricardo Lastoria


CEO do Lance 24h / https://www.lance24h.com.br


Economista e Empresário / São Paulo / Brasil.

FONTE: Assessoria
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
3.594