Quinta, 05 de Agosto de 2021
** *****-****
Internacional Sofia Rabello

Modelo Trans se torna aposta na moda pelas lentes do fotógrafo Glauber Bassi

Nova aposta da moda, a modelo transexual foi clicada pelas lentes do renomado fotógrafo, Glauber Bassi.

01/05/2021 09h52 Atualizada há 3 meses
4.568
Por: Marcio Demari Fonte: Escritório Digital
 Modelo Sofia Rabello
Modelo Sofia Rabello

Os tempos passaram e o mundo inteiro se reinventou. Isso não é diferente com o universo da moda que se reformulou e hoje dá espaço para aquilo que merece seu verdadeiro destaque: a diversidade.

Isso não quer dizer que as modelos dos corpos perfeitos, da pele de pêssego e do cabelo considerado “ideal” sumiram das passarelas, mas sim, que esse mundo também está dando espaço merecido às mulheres reais, que têm em seus diferenciais o detalhe faltante para dar um brilho novo às passarelas, como as mulheres trans, negras e plus size.

Anos atrás, estas mulheres tiveram seus nomes riscados das possíveis modelos que poderiam desfilar nas passarelas mais famosas do mundo da moda e em eventos da alta costura por um motivo: o preconceito. Afinal, segundo a sociedade, elas não seriam o padrão de beleza ideal e perfeito.

O bom é que o mundo mudou e a diversidade vem ganhando espaço e entrando em cena como forma de dar sumiço ao preconceito e "olá" ao novo padrão de beleza: o do amor próprio.

Aos 19 anos e nascida em Itapissuma, Pernambuco, Sofia Rabello, descobriu-se trans aos dez anos de idade e, desde então, foi realizando sua transição mas, não fez a cirurgia de resignação sexual por se sentir confortável com seu corpo. Morando, atualmente, na Itália, Sofia é modelo, influencer e, ativista LGBYQ+. Sua família, mãe e irmãos sempre a apoiaram em suas escolhas e ações.

Nova aposta da moda, a modelo transexual foi clicada pelas lentes do renomado fotógrafo, Glauber Bassi.

Sofia quer seguir os passos da, também modelo, Laís Ribeiro, única brasileira hoje da Victoria’s Secret e de Valetina Sampaio, outra representante trans nas passarelas.

“Sei que é um mercado disputado, mas é um sonho para mim e, por isso, estou me dedicando e estudando bastante sobre a profissão. Espero construir uma carreira na moda e, com isso, que minha trajetória possa inspirar outras trans a conquistarem seus sonhos” – disse Sofia Rabello.

“Meu sonho sempre foi trabalhar com a internet, pois foi onde eu me encontrei e não imaginei outra coisa, a não ser isso. A minha missão é levar a representatividade trans onde eu for e mostrar que sou capaz de qualquer coisa, pois esse é o meu grande desejo.”

Ainda que a cultura seja algo impregnado na vida das pessoas e a visão de que o mundo não é mais o mesmo de muitos anos atrás (e faz tempo) ainda é distorcida, o tema sobre modelos que fogem dos padrões merece destaque e seu real lugar de fala.

Por muitos anos, o mundo da moda não via as mulheres diferentes do padrão imposto como possíveis modelos para as passarelas e capas de revista da alta costura, com destaque para as mulheres trans. Hoje, felizmente, o cenário é outro. Assim, a diversidade vem ganhando muito mais espaço, sendo ela a palavra que está definindo o amor dos consumidores por suas marcas.

O que queremos dizer com isso? Marcas que investem na diversidade vêm ganhando carinho, admiração e, claro, mais lucro por parte dos consumidores, que vêem na própria empresa seus rostos espelhados, fazendo com que essas pessoas, que por muitos anos foram consideradas fora dos padrões, se sintam parte de verdade daquele universo.

A transexualidade sempre foi tratada como um tabu na sociedade. No entanto, mesmo que exista muito o que evoluir, a questão ganha novas proporções nos dias atuais. O mundo da moda é um grande facilitador ao abrir espaço para que diversos modelos trans despontem em passarelas e revistas

A representatividade LGBTQ+ se faz necessária em todas as áreas e profissões, inclusive na moda.

Sofia Rabello é inspiração para muitos e, sempre usa a vontade de correr atrás de seus sonhos para incentivar a outras transexuais.

Morando na Província Di Vicenza, na Itália, atuante como modelo e influencer, com mais de 26 mil seguidores, em seu insta, @real.gabrielly2, é amante das tendências mais extravagantes e. admira o trabalho de Beyoncé e Naomi Campbell que, são suas inspirações e, diz que: “Desde o início, não foi fácil e nem motivador, porque dei de cara com o preconceito, mas não desisti. Vi que era uma forma de lutar por mim e por outras pessoas que, assim como eu, sofrem preconceito por serem quem são.”

As empresas vêm aprendendo muito sobre a importância de abraçarem as diferenças e respeitarem a diversidade. É um processo de evolução e não precisam mais viver escondidas. Estão na capa das revistas, passarelas da Alta Costura e, inclusive, na Victoria's Secret.

"Procuro estar sempre focada para dar o meu melhor em todos os trabalhos. Fico muito grata por cada oportunidade, por cada um que me vê como ser humano, que me valoriza pela profissional que sou e que apoia a diversidade", completa Sofia.

 

Sofia Rabello @real.gabrielly2

Modelo/ Influencer/Ativista LGBTQ+

Fotógrafo: Glauber Bassi @glauberbassi

Assessoria: Marcio Demari / Escritório Digital: 48-9 8834-8552

Florianópolis / Santa Catarina / Brasil

Ele1 - Criar site de notícias